Tecnologias

Estabeleça um futuro de grande ciência com as tecnologias de ponta, automatizadas e fáceis de usar com base em décadas de experiência laboratorial da BUCHI. 

Secagem por pulverização 

A secagem por pulverização consiste em um método sofisticado para a secagem de substâncias sólidas dissolvidas em meio líquido. Produz partículas de tamanho consistente e protege as substâncias. 

O processo de secagem por pulverização envolve pulverizar uma solução através de um bico fino em uma câmara de vácuo na qual os sólidos formam pequenas partículas na parede da câmara. O próprio solvente é evaporado. 

A secagem por pulverização é bastante aplicada na formulação de alimentos, produtos farmacêuticos e especialidades químicas. Para obter bons resultados, é necessário utilizar equipamento de secagem por pulverização especializado. A BUCHI fornece soluções para tamanhos diversificados de amostra, para aplicações em escala laboratorial e industrial. 

Aplicações de secagem por pulverização BUCHI 

 

Secagem por congelamento 

A secagem por congelamento, também conhecida como liofilização, é um método importante para extrair líquidos – normalmente água – de substâncias sensíveis. 

O processo de liofilização abrange o congelamento de uma amostra antes da aplicação de um vácuo forte; este procedimento leva à sublimação dos líquidos, o que ajuda a manter a integridade/estrutura geral da amostra. Portanto, a liofilização é amplamente utilizada na indústria alimentícia para preservar o sabor e a qualidade dos alimentos e manter sua aparência visual. Como esse processo evita as altas temperaturas exigidas por métodos alternativos, é amplamente adotado nas ciências farmacêuticas e biológicas. 

Embora a liofilização possa ser feita manualmente, resultados mais consistentes são obtidos com o uso de liofilizadores dedicados, disponibilizados em diversos tamanhos de amostra e aplicações. 

Aplicações de secagem por congelamento BUCHI 

 

(Micro)encapsulamento

O encapsulamento é usado para proteger substâncias ou controlar sua distribuição. No processo de encapsulamento, uma substância-alvo é revestida por camada protetora, porém permeável. É possível até mesmo encapsular materiais vivos, como células. O microencapsulamento é capaz de fornecer cápsulas em escala microscópica e possui inúmeras aplicações nas áreas de ciências biológicas, medicina e produção de alimentos. 

Existem vários métodos de encapsulamento. Os procedimentos clássicos são o encapsulamento de revestimento em bandeja ou encapsulamento por centrifugação. Resultados mais controláveis são obtidos na secagem por pulverização com o uso de um bico vibracional. Neste método, vibrações controladas são aplicadas a um fluxo laminar por meio de um bico, que gera cápsulas de tamanho uniforme e permite vários revestimentos. 

Aplicações de encapsulamento BUCHI 

 

Extração sólido-líquido

Há vários métodos de extração sólido-líquido. Para muitas aplicações, a mais sofisticada e eficiente é a extração Soxhlet. Este método permite a extração contínua de uma amostra por destilação contínua do solvente. Para isso, a amostra sólida é colocada em um dedal acima do solvente. O solvente é evaporado e condensado novamente em um condensador acima do dedal. Em seguida, escoa até o dedal, onde ocorre a extração. Assim que o dedal estiver cheio, o extrato é sifonado de volta para o recipiente do solvente. A amostra sólida pode ser extraída com cuidado e de forma contínua com solvente fresco. O processo completo pode ser totalmente automatizado com a linha de instrumentos de extração da BUCHI. 

Aplicações de extração BUCHI

 

Espectroscopia de infravermelho próximo (NIR) 

A espectroscopia NIR mede a absorção de substâncias na faixa de comprimento de onda de 780 nm a 2500 nm. Embora o NIR não seja especialmente sensível, possui a vantagem de poder penetrar nas amostras de forma mais satisfatória do que outros métodos espectroscópicos, como infravermelho de médio alcance. Portanto, nenhuma preparação de amostra, nem mesmo mínima, é necessária. Além das aplicações clássicas de laboratório, o NIR é usado para analisar produtos recebidos ou diretamente no processo produtivo. Permite a determinação de vários componentes, como alimentos, plásticos e produtos farmacêuticos. Métodos quimiométricos são aplicados para determinar o conteúdo de misturas e produtos naturais, como grãos ou carne: O espectro NIR complexo é comparado aos espectros de referência por meio de um software de NIR especializado. 

A BUCHI oferece uma ampla gama de equipamentos NIR, desde instrumentos de laboratório de alta sensibilidade até soluções virtuais e dispositivos portáteis. 

Aplicações de NIR BUCHI 

 

Determinação do ponto de fusão 

A determinação do ponto de fusão é um dos métodos mais antigos usados, sobretudo para analisar a pureza de uma substância. Continua sendo uma das verificações de pureza mais simples até os dias de hoje, baseada no fato de que toda substância quimicamente pura (sólida) conta com uma temperatura de fusão bem definida. Quanto menos pura for uma substância, mais baixa será a temperatura de fusão. 

A determinação do ponto de fusão é direta: uma amostra é aquecida lentamente e sua temperatura é observada. No entanto, esse processo é muito demorado; portanto, a BUCHI automatizou o procedimento por completo com instrumentos exclusivos de ponto de fusão. A empresa oferece inspeção visual do processo e métodos/programas específicos para várias substâncias. Também é possível registrar a transição de fase crítica para análise posterior. 

Aplicações de ponto de fusão BUCHI